7 Days to Die

7 Days to Die

Uma alternativa ao Minecraft, Rust e DayZ

7 Days to Die é um jogo de sobrevivência em primeira pessoa no qual você tem que enfrentar os perigos do ambiente, construir locais, recolher recursos... num estilo que lembra muito o Minecraft em uma versão orientada para a sobrevivência.
Ler descrição completa

PRÓS

  • A mistura dos gêneros
  • Divertido no modo multijogador cooperativo

CONTRAS

  • Lento e mal optimizado
  • Interface desprovida de ergonomia
  • Repetitivo

Fraco
4

7 Days to Die é um jogo de sobrevivência em primeira pessoa no qual você tem que enfrentar os perigos do ambiente, construir locais, recolher recursos... num estilo que lembra muito o Minecraft em uma versão orientada para a sobrevivência.

Quando o Minecraft se revela em um mundo pós-apocalíptico

Em 7 Days to Die, você começa a partida largado à própria sorte em um mapa imenso, sem qualquer equipamento a não ser a sua vontade de sobreviver. O jogo será familiar para os apaixonados por Minecraft, e mais recentemente Rust e DayZ: você terá que coletar o necessário para sobreviver, se alimentar, construir um abrigo e resistir aos animais selvagens e outras hordas de zumbis que querem devorá-lo.

Você pode mudar à vontade o seu ambiente (como em Minecraft), com algumas inovações interessantes, como um sistema de nivelamento que permite, por exemplo, cavar buracos e destruir partes das paredes, mantendo a consistência no fundo.

Uma jogabilidade promissora mas muito repetitiva

7 Days to Die tem a ambição de oferecer um vasto mundo aberto, onde você pode modificar e construir o que der na telha, proporcionando uma aparência de sobrevivência desenvolvida. Só que o jogo ainda está em uma versão "alpha", e suas promessas esbarram na realidade.

O sistema de crafting (fundamental nesse tipo de jogo) não é interessante, e oferece poucos objetos, notando-se cruelmente a falta de ergonomia. Então você vai ter algum tempo para realmente entender como ele funciona. Especialmente no final, é frustrante manipular armas cujo uso não recompensa o jogador. As texturas, os efeitos sonoros... Tudo conspira para desmotivar a atirar com as armas, dando a sensação de usar brinquedos para crianças menores de 4 anos.

Além do sistema de crafting, falta conteúdo para o momento realmente mais divertido. Uma vez que compreendemos como funciona a inteligência artificial e conseguimos sobreviver às primeiras hordas de zumbis noturnos, a diversão acaba rapidinho. Portanto, as possibilidades de construção são por enquanto bem inferiores às do Minecraft.

Um sistema gráfico que não ganha pique

Temos que encarar os fatos que ficam evidentes logo nas primeiras cenas: 7 Days to Die é feio. O jogo acusa os quatro anos de atraso com seus problemas de texturas, seu motor de física inexistente e, especialmente, suas lentidões inexplicáveis.

Mesmo se configurado para jogar corretamente, ele dificilmente mantém uma frequência de quadros decente. Subir a resolução para mais de 30 quadros por segundo será um desafio! É uma pena ver esses problemas de otimização, principalmente num jogo cujos gráficos não estão à altura.

Os ambientes de 7 Days to Die estão longe de serem brilhantes, e seu principal defeito é que são muito poucos. Entre a cidade em ruínas, as montanhas e o deserto, fazemos um tour pelos três diferentes ambientes rapidamente. Um defeito lamentável para um jogo que tem grande parte da sua diversão na exploração.

Um jogo simpático ainda inferior ao seus concorrentes

Quando 7 Days to Die foi apresentado, o conceito parecia sedutor. Só que quando o alpha saiu, a decepção tomou conta. Não que o jogo seja ruim, mas está bem atrás se comparado aos seus principais concorrentes. 7 Days to Die está longe de oferecer a riqueza de um Minecraft em matéria de exploração e criatividade, e não consegue recriar a intensidade de DayZ ou Rust em matéria de sobrevivência.

Com um sistema gráfico antigo, inimigos pouco variados, a inteligência artificial minimalista e a possibilidade de construção ainda muito limitada, 7 Days to Die tem poucas chances de disputar com seus ilustres concorrentes o título de melhor jogo de sobrevivência do momento. Uma pena para um título promissor, mas ainda há margem importante de progresso, já que a versão ainda está em alpha. No final das contas, ainda é cedo para que os jogadores loucos por sobrevivência que já conhecem o Rust e o DayZ descartem o 7 Days to Die.

7 Days to Die

Download

7 Days to Die

Opinião usuários sobre 7 Days to Die

  • luizghh

    por luizghh

    "mt foda"

    muito fodaaa!!!! foda porque sobrevivencia eu amo!!!!!!!!!!!. Mais.

    escrito em 31 de dezembro de 2014